segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

trocas comerciais (China)

diálogos lusófonos escreveu

Comércio entre China e países lusófonos sobe 9,7%

As trocas comerciais entre a China e os países lusófonos atingiu os 90 mil milhões de euros até novembro.
As trocas comerciais entre a China e a lusofonia aumentaram 9,7% entre janeiro e novembro face a igual período de 2011 para 117,7 mil milhões de dólares (90 mil milhões de euros), indicam os dados da alfândega chinesa hoje divulgados.
As estatísticas divulgadas pelo Gabinete de Apoio ao Secretariado Permanente do Fórum Macau revelam que a segunda economia mundial comprou, nos 11 meses de 2012, aos oito países lusófonos produtos no valor de 80,5 mil milhões de dólares (61,7 mil milhões de euros), mais 11,86% do que no período homólogo do ano anterior.
Por outro lado, a China exportou para a lusofonia produtos no valor de 37,1 mil milhões de dólares (28,4 mil milhões de euros), o que representa um aumento de 5,31% em relação aos primeiros 11 meses de 2011.
O Brasil manteve-se como o principal parceiro económico da China, com um volume de trocas comerciais de 78,1 mil milhões de dólares (60 mil milhões de euros), mais 0,66% do que em 2011.

Exportações brasileiras descem


As exportações brasileiras ascenderam a 47,93 mil milhões de dólares (36,7 mil milhões de euros), menos 0,54% do que entre janeiro e novembro de 2011, enquanto as compras à China totalizaram 30,18 mil milhões de dólares (23 mil milhões de euros), mais 2,63% do que nos primeiros onze meses do ano anterior.
Já com Angola, o segundo parceiro chinês no mundo lusófono, as trocas comerciais aumentaram 37,73% até novembro para 34,57 mil milhões de dólares (26,5 mil milhões de euros), com vendas à China de 30,87 mil milhões de dólares (23,6 mil milhões de euros), mais 36,73%, e compras de 3,70 mil milhões de dólares (2,8 mil milhões de euros), mais 46,72% face a igual período de 2011.

Subida do comércio com Portugal


Com Portugal, o terceiro parceiro económico da China na lusofonia, as trocas comerciais registaram um acréscimo de 1,75% para 3,67 mil milhões de dólares (2,8 mil milhões de euros) numa balança comercial claramente favorável a Pequim, que vendeu produtos no valor de 2,27 mil milhões de dólares (1,7 mil milhões de euros), menos 11,47% do que nos primeiros onze meses de 2011.
Mas as exportações de Portugal para a China aumentaram até novembro 34,39% para 1,40 mil milhões de dólares (mil milhões de euros).
Os dados divulgados incluem São Tomé e Príncipe, apesar de este país manter ligações com Taiwan, ilha contra a qual a China ameaça "usar a força" se declarar a independência e que não participa diretamente no Fórum Macau.
A China estabeleceu a Região Administrativa Especial de Macau como a sua plataforma para o reforço da cooperação económica e comercial com os países de língua portuguesa em 2003, ano em que criou o Fórum Macau que reúne ao nível ministerial de três em três anos.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/comercio-entre-china-e-paises-lusofonos-sobe-97=f777701#ixzz2HI2oISYa

Sem comentários:

Enviar um comentário